Conecte-se conosco

Rio

Ação da Secretaria de Estado de Defesa do Consumidor se antecipa ao Natal e orienta população contra crimes virtuais

Além de prevenir o público quanto à atuação de golpistas, operação nas praças públicas vai arrecadar brinquedos

Publicado

em

ação secretaria
Ação da Secretaria de Estado de Defesa do Consumidor se antecipa ao Natal e orienta população contra crimes virtuais

Já nos primeiros dias do mês de dezembro, muitos consumidores se antecipam para as compras de Natal. Diante deste cenário, a Secretaria de Estado de Defesa do Consumidor (Sedcon) estendeu a operação de prevenção e combate à crimes virtuais até o próximo dia 15. Assim como ocorreu no período da Black Friday, a ação gratuita é realizada nas praças da região metropolitana do Rio, das 13h às 16h. Além de dar dicas para a população, principalmente o público idoso, a Sedcon vai recolher brinquedos novos em seus pontos de atendimento. Eles serão doados para a campanha de Natal “Doe alegria” do RioSolidario.

“Devido ao sucesso da campanha de prevenção e conscientização contra os crimes de internet e as fraudes, nós prorrogamos a nossa campanha. Foram mais de 350 atendimentos e esclarecimentos para população em todo estado. Agora, vamos continuar a nossa campanha e pedir a todos que sejam solidários. Nos pontos da ação da Sedcon, doem brinquedos novos para as nossas crianças e vamos fazer um Natal de alegria. Doe alegria e vamos manter essa corrente do bem, organizada pelo RioSolidario”, comentou o secretário, Rogério Amorim. 

Nesta terça-feira (6), a operação ocorreu na Praça Saens Peña, na Tijuca, Zona Norte do Rio. Na quinta-feira (8), os consumidores podem tirar suas dúvidas na Praça Cardeal Arcoverde, em Copacabana, na Zona Sul da cidade. Na próxima semana, terça-feira (13), a operação estará tirando as dúvidas da população na Praça Aquidauana, na Vila da Penha, e na quinta-feira (15), próximo à estação de trem do Méier.

Durante a ação da Sedcon, a população recebe um folheto educativo com algumas dicas que podem ajudar o público a navegar na internet e fazer as suas compras com mais segurança. Entre as dicas estão: Desconfie de ofertas muito vantajosas; verifique a autenticidade das informações; desconfie das mensagens estranhas enviadas por WhatsApp; nenhum banco envia mensagens por WhatsApp; não comprometa mais de 30% da sua renda com empréstimos, entre outras.

De acordo com Amorim, a melhor maneira de combater as fraudes é por meio da orientação. Um levantamento do Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (ISP-RJ) apontou que, nos seis primeiros meses deste ano, houve 78% de aumento de casos de estelionato envolvendo idosos. De janeiro a junho de 2022, foram registrados 14.386 contra 8091 no mesmo período do ano passado.

“Esta ação tem por finalidade orientar a população para que possa se prevenir quanto a ações de golpistas. A grande incidência ocorre em razão da falta de informação por parte das pessoas”, ponderou o secretário.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *