Conecte-se conosco

Patrulhando a Cidade

Acusado de espancar modelo trans, em Copacabana, é condenado a 9 anos de prisão

Alice Felis precisou realizar uma reconstrução facial e recebeu um implante dentário, após ter o nariz e o maxilar quebrados

Publicado

em

modelo Alice Felis
(Reprodução: Redes Sociais)
modelo Alice Felis

(Reprodução: Redes Sociais)

Lucas Brito Marques, acusado de espancar a modelo transgênero, Alice Felis, foi condenado, pela Justiça do Rio, a nove anos de prisão em regime fechado e pagamento de multa. O crime aconteceu, no dia 16 de agosto de 2020, em Copacabana, Zona Sul do Rio. Quando os dois foram para o apartamento de Alice depois de terem se conhecido em um bar. No local, a modelo afirmou que foi roubada e espancada por Lucas. Ela precisou realizar uma cirurgia de reconstrução facial e recebeu um implante dentário, após ter o nariz e o maxilar quebrados e perder ao menos cinco dentes.

O juiz Marcel Laguna Estrada destacou o comportamento agressivo do acusado e afirmou que Lucas Brito Marques foi covarde ao abusar da fragilidade da vítima, além roubar dentro da casa dela. Ainda segundo o magistrado, o acusado violou um dos bens mais caros ao ser humano, seu último refúgio, que é o seu lar, além de impor à sociedade grande afronta e perigo.

Na sentença, o juiz ainda acrescentou, que o réu possui maus antecedentes, pois ostenta condenação em sua folha penal transitada em julgado em data posterior ao fato ora julgado, e que, por isso, não é considerada reincidência; que as circunstâncias do crime ensejam maior censurabilidade, eis que o proceder do réu foi excessivamente reprovável tendo em vista a extrema má-fé e vilania do agente, utilizando-se da confiança da vítima.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.