Conecte-se conosco

Região dos Lagos

Advogada do Comando Vermelho é presa por colaborar com informações

Elker Jorge atuava como pombo-correio de criminosos, diz polícia

Publicado

em

A advogada usada artifícios do trabalho para levar e trazer informações
A advogada usada artifícios do trabalho para levar e trazer informações - Foto: Divulgação/PCERJ
A advogada usada artifícios do trabalho para levar e trazer informações

A advogada usada artifícios do trabalho para levar e trazer informações – Foto: Divulgação/PCERJ

A Polícia Civil, através dos policiais civis da DC-Polinter (Delegacia de Polícia Interestadual – Divisão de Capturas), prendeu a advogada Elker Cristina Jorge acusada de ser informante do Comando Vermelho. As investigações mostraram que ela fazia a defesa de Marcio dos Santos Nepomuceno, o “Marcinho VP”, líder da facção criminosa e que atualmente está preso em Catanduvas, no Paraná.

Elker Jorge, segundo a polícia, usava artifícios da advocacia para levar e trazer informações da facção para Marcio dos Santos. “A advogada utilizava as prerrogativas da função para levar e trazer informações da facção para seu líder. A investigação demonstrou que ela costumava atuar como pombo-correio para o contato entre criminosos aliados ao Comando Vermelho de diversos estabelecimentos prisionais do Brasil, viabilizando, assim, a tomada de decisões importantes pelos líderes dessa facção”, disse a polícia em nota.

Os agentes apreenderam uma agenda com detalhes sobre negociações relacionadas ao tráfico de drogas e de armas. Elker Jorge foi condenada em 2019 e presa na tarde desta sexta-feira (15), na casa de parentes, no município de Araruama, na Região dos Lagos.

A advogada será encaminhada à Secretaria de Administração Penitenciária.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.