Patrulhando a Cidade

Alerj aprova projeto que determina que ocorrências de violência doméstica sejam informadas por síndicos

No caso das crianças e adolescentes, a comunicação também deve ser encaminhada ao conselho tutelar

Por Marcos Antonio de Jesus

A Alerj aprovou o projeto de lei que determina que síndicos e administradores de condomínios encaminhem à polícia as ocorrências ou indícios de violência doméstica e familiar durante o período de isolamento social. O projeto inclui casos de violência contra mulheres, crianças, adolescentes, pessoas com deficiência e pessoas idosas.

No caso das crianças e adolescentes, a comunicação também deve ser encaminhada ao conselho tutelar. Segundo dados divulgados pelo Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, houve aumento de cerca de 50% nos atos de violência doméstica e familiar durante o período de pandemia.

O projeto autoriza ainda a criação de meios de comunicação interna pelos condomínios, com vistas ao recebimento de denúncias sobre violência doméstica nas dependências das unidades ou nas áreas coletivas, garantindo, quando necessário ou solicitado, o anonimato do condômino que fizer a notificação. O projeto foi encaminhado ao governador Wilson Witzel, que tem até 15 dias úteis para sancionar ou vetar.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »