Jornalismo

Após dizer que foi estuprada por bombeiros em Copacabana, turista baiana retira a acusação

Após ouvir a suposta vítima, delegada Valéria Aragão, da 12ª DP (Copacabana), diz que a turista voltou atrás e que não há indícios de relação sexual

Uma turista baiana acusou na última sexta-feira (01) cinco soldados do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro de estupro na praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. No entanto, após ouvir a suposta vítima, a delegada Valéria Aragão afirmou que a mulher voltou atrás da acusação e que não há indícios de relação sexual. O caso foi registrado na 12ª DP (Copacabana).

A turista baiana de 24 anos não teve a identidade revelada. De acordo com a delegada, a autora da acusação estava sob efeito de álcool e drogas. Ela trabalha como garota de programa. No depoimento, a suposta vítima disse que apenas trocou carícias com o bombeiro e que não houve relação sexual.

Em nota, o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) havia informado anteriormente que “a corporação acompanha o caso. Os militares responderão pela acusação à Justiça Comum. No âmbito do CBMERJ, será instaurado um Inquérito Policial Militar (IPM)”. Além disso, a corporação ainda informou que “não compactua com nenhum ato que vá de encontro com a ética, a moral e os bons costumes”.

enquete

Usar as redes sociais é uma boa maneira de terminar um relacionamento?
Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Setembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »