Brasil

Brasil registra menor média móvel de mortes por Covid-19 desde janeiro

Queda na média de mortes é simultânea ao avanço da vacinação; 77% da população adulta está vacinada com a primeira dose da vacina

Por Redação Tupi

Imagem de pessoas andando na rua
(Foto: Reprodução)

O Brasil registrou a menor média móvel de mortes pela doença em 225 dias: 806. A última vez que isso ocorreu foi no dia 9 de janeiro, quando a média móvel estava em 845 mortes.

Os dados estão no último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (23). As informações também mostram que a média móvel de casos também apresentou o menor índice em 39 semanas.

Para o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a única saída é a vacinação. “Precisamos pôr fim à pandemia. Só faremos isso com a vacinação. O Brasil realiza uma das maiores campanhas de imunização contra Covid-19 do mundo. A resposta nós já mostramos todos os dias, aplicando milhões de vacinas, imunizando milhões de brasileiros”, destacou o ministro.

Até o momento, o Ministério da Saúde já distribuiu mais de 215 milhões de doses de vacina Covid-19. Dessas, 178 milhões já foram aplicadas, sendo 123,2 milhões de primeira dose, o que representa 77% da população adulta vacinada com a primeira dose do imunizante.

Além disso, 55,2 milhões de brasileiros completaram o esquema vacinal com a segunda dose ou dose única da vacina, o que corresponde à mais de 35% da população vacinável. Até o fim de setembro, outras 130 milhões de doses devem chegar aos estados e o Distrito Federal.

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »