Jornalismo

Delatores afirmam que José Serra recebeu R$ 39,1 milhões de caixa 2

As propinas teriam sido obtidas entre os anos de 2004 a 2012, e eram utilizadas para patrocinar as campanhas do tucano

No período do suposto esquema, Serra foi prefeito e governador de São Paulo (Foto: Reprodução)

Durante delações premiadas, executivos das empreiteiras Andrade Gutierrez e Odebrecht revelaram que o senador paulista José Serra (PSDB) teria recebido R$ 39,1 milhões de caixa 2, em oito anos, para diferentes campanhas suas. Serra seria o nome mais favorecido de um esquema de propinas envolvendo o PSDB de São Paulo, segundo informações do portal UOL.

Segundo o que foi apurado nas delações, o partido teria cobrado, no mínimo, R$ 97,2 milhões em propinas, que eram destinados as campanhas de seus principais candidatos. Além de José Serra, outros tucanos que também foram beneficiados pelo esquema seriam o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin e o ex-senador paulista Aloysio Nunes. O ex-prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD, na época DEM) também é citado nas delações.

O dinheiro das propinas teria sido obtido por meio de contratos de obras do governo da cidade e do estado de São Paulo. As empreiteiras aceitavam pagar o caixa 2 ao PSDB, em troca de privilégios em acordos e leilões. O esquema teria tido início em 2004, e as doações teriam se estendido até 2012, pelo menos. Nesse mesmo período, José Serra foi prefeito de São Paulo em 2005 e 2006, e governador do estado de 2007 a 2010.

enquete

Você acha futebol chato ou emocionante?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »