Sentinelas da Tupi

Ex-policial militar é condenado a cinco anos de prisão em regime aberto por envolvimento no caso Marielle Franco

O agente era acusado de comprar as armas que mataram a ex-vereadora e seu motorista, Anderson Gomes

Por Marcelo Silva

 

(Reprodução)

O ex-policial militar Élcio Queiroz,  apontado como motorista do carro no assassinato da vereadora Marielle Franco e do seu motorista Anderson Gomes, foi condenado a 5 anos de prisão pelos crimes de porte ilegal de arma de uso restrito e posse irregular de arma de uso permitido.

A decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio foi divulgada na tarde desta terça-feira (13). Élcio de Queiroz foi preso em março do ano passado, na Zona Norte do Rio de Janeiro, acusado de participação no crime contra Marielle.

Na época da prisão, os agentes da Delegacia de Homicídios, que investigam as mortes da ex-vereadora e de seu motorista encontraram duas pistolas, carregadores e munições na casa do ex-policial. Segundo a decisão, o regime inicial de cumprimento de ambas as penas será o aberto.

Atualmente, Élcio de Queiroz cumpre pena em um presídio federal.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »