Conecte-se conosco

Baixada Fluminense

Guarda Municipal de Belford Roxo recebe homenagem por se destacar no combate à violência doméstica

Érika Gonçalves foi reconhecida pelos importantes serviços prestados à população, principalmente no cumprimento de ocorrências envolvendo a ‘Lei Maria da Penha’.

Publicado

em

Foto: Divulgação / GCMBR

Servidores públicos da Baixada Fluminense estão se dedicando diariamente para combater a violência doméstica nos municípios da região. Esse é o caso de Érika Gonçalves Viana de Jesus, uma agente da Guarda Civil Municipal de Belford Roxo, homenageada pela Câmara dos Vereadores da cidade por se destacar no trabalho de resgate de mulheres vítimas de violência. Érika foi reconhecida pelos importantes serviços prestados à população, principalmente no cumprimento de ocorrências envolvendo a ‘Lei Maria da Penha’.

A servidora recebeu o ‘Título de Cidadã Belforroxense’, concedido pelo vereador Fábio de Souza Fontes, o Fabinho de Heliópolis (PRTB). A agente também atua em campanhas de conscientização e no acolhimento das vítimas, que são encaminhadas às instituições de assistência social da prefeitura de Belford Roxo. Érika relatou que muitas mulheres atendidas por ela acreditam que a violência doméstica é apenas agressão física.

“A intenção é instruir sobre os tipos de violência e sobre a rede de atendimento pública municipal à disposição dessas mulheres, pois muitas acreditam que violência é só a agressão física, enquanto sabemos que na maioria dos casos antes do episódio de agressão física essa mulher já vem sendo vítima de outros tipos de violência doméstica sem nem ao menos saber, como a violência psicológica, patrimonial, moral, sexual. Costumo dizer que a arma que levamos para essas mulheres combaterem a violência é o conhecimento”, disse.

Érica faz discurso sobre combate à violência doméstica

Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Vítimas ou testemunhas de violência doméstica podem entrar em contato com a Guarda Municipal de Belford Roxo através do número 153, que faz atendimento 24 horas.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *