Conecte-se conosco

Últimas Notícias

Investigações apontam que um dos assassinos de Marielle Franco planejava sair do país

Ronnie Lessa ia tentar fugir para Atlanta, nos Estados Unidos

Publicado

em

Foto: Reprodução

O juiz do quarto Tribunal do Júri, Gustavo Kalil, afirmou nesta sexta-feira (14), que um dos acusados de ter matado a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes,  o PM reformado Ronnie Lessa, teve a transferência para um presídio federal autorizada, após investigações apontarem que ele planejava fugir para Atlanta, nos Estados Unidos.

Ontem, tanto Lessa quanto o ex-PM Élcio Queiroz foram transferidos da Delegacia de Homicídios para o Complexo Prisional de Bangu, na Zona Oeste do Rio  De acordo com a especializada, eles se negaram a prestar depoimentos à Polícia Civil, resguardando o direito constitucional de só falar em juízo. Os dois ainda  serão transferidos para um presídio federal, mas ainda não foi definido.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.