Rio

Lei que obriga transportes coletivos do Estado promover campanha publicitária contra abuso sexual é sancionada

Texto de autoria do deputado Átila Nunes, do PSD havia sido aprovado, pela Alerj, no último dia 23

Por Redação Tupi

ônibus ficam lotados após paralisação do BRT
(Foto: Tatiana Campbell / Super Rádio Tupi)

O governador do Rio, Cláudio Castro sancionou, nesta segunda-feira (18), o projeto de lei que obriga os transportes coletivos do Estado a promover a campanha publicitária “Meu corpo não é público”, para divulgar ações contra o abuso sexual e violência sofrida pelas mulheres nos coletivos.

O texto de autoria do deputado Átila Nunes, do PSD havia sido aprovado, pela Alerj, no último dia 23. De acordo com o deputado, as mulheres que sofrerem os abusos poderão ter acesso às câmeras de monitoramento para reconhecer os assediadores.

A lei também vai capacitar os funcionários das empresas para que saibam como lidar em casos de violência sexual, orientando as vítimas até o momento do registro na delegacia. O descumprimento poderá acarretar à empresa infratora multa de mais de R$ 11 mil.

Uma vítima de assédio sexual dentro de um ônibus, por exemplo, para conseguir a gravação da cena do assédio ela precisa ir na Polícia, na Secretaria e tudo que é lugar. O meu projeto muda isso, prevê que a empresa tem que fornecer essas imagens para vítima“, afirmou o deputado Átila Nunes.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Maio de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »