Últimas Notícias

Líder do Progressista garante que servidor não pode pagar por rombo na Prefeitura

Para Vera Lins os funcionários não podem ser penalizados por erro de administrações anteriores

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/Câmara Municipal)

“A proposta encaminhada pelo prefeito Eduardo Paes para a Câmara Municipal, que prevê o aumento na cobrança da alíquota previdenciária de 11% para 14% é uma verdadeira covardia contra todos os servidores, sejam ativos ou inativos”. Essa é a posição da vereadora Vera Lins, líder do Progressistas na Casa e presidente da Comissão de Defesa do Consumidor.

“Essa pressa do prefeito em fazer caixa é lamentável; e usar o funcionalismo público para isso é uma vergonha. O servidor, em momento algum, deve ser lesado ou utilizado como pagador de péssimas administrações anteriores, muito pelo contrário, ele deve ser valorizado, preservado e respeitado sempre. Minha posição continua firme em votar contra essa medida abusiva” explicou a parlamentar.

Vera Lins disse ainda que não dá para entender porque em todo em todo ou qualquer debate sobre déficits no sistema previdenciário, seja municipal, estadual ou federal, sempre é proposto o aumento da contribuição dos trabalhadores. “Não é possível que o trabalhador municipal ativo ou não, seja responsabilizado pelos pagamentos dos gigantescos “rombos” da prefeitura que não foram causados por ele” completou.

Comentários

enquete

Quem vai levar a melhor no Cariocão?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »