Conecte-se conosco

Brasil

Policial militar suspeito de atirar em lutador Leandro Lo se entrega à polícia

O criminoso teria sido reconhecido como policial militar. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), que investiga o caso, o suspeito já tem a prisão preventiva decretada

Publicado

em

Imagem - Reprodução: Redes Sociais

Policiais civis de São Paulo realizaram a prisão do policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo, que se entregou aos oficiais, neste domingo (7). A prisão se dá por uma determinação da Justiça, que decretou a prisão temporária por 30 dias.

O lutador de Jiu-Jitsu Leandro Lo foi baleado na cabeça em um evento realizado no Clube Sírio, localizado na cidade de São Paulo, durante a madrugada deste domingo (7). O incidente teria começado após uma discussão entre o lutador e o policial.

Leandro teria imobilizado Henrique, que tentou pegar uma bebida que estava em sua mesa. O policial militar teria sacado uma arma e atirado no lutador, que foi acertado na cabeça.

Leandro Lo é um dos grandes nomes da história do Jiu-jistu. Ele foi campeão mundial oito vezes em cinco categorias diferentes. Além disso, o competidor chegou ao topo das competições mundiais dos meio-pesados, durante o Mundial de Jiu-jistu, que aconteceu na Califórnia, nos Estado Unidos.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.