Política

Ministro Barroso diz que vazamento de conversas de Moro e força-tarefa da Lava-Jato é ‘violação criminosa’

Novos diálogos atribuídos a Moro e a procuradores da força-tarefa da Lava-Jato foram divulgados pela revista Veja em parceria com o site “Te Intercept Brasil”

Por Redação Tupi

Foto: Agência Brasil

Em meio ao vazamento de conversas do ex-juiz Sergio Moro, neste domingo o ministro da Justiça, e membros da Operação Lava-Jato, o ministro Luís Roberto Barroso classificou o caso como “violação criminosa de comunicação privada”. Ao ser questionado diretamente sobre o episódio, Barroso defendeu a Lava-jato. No entanto, afirmou que juiz só se manifesta no fim do processo:

“Sou juiz. Juiz fala ao final. Não no início, nem no meio. A única coisa que sei é que houve uma clara ação de violação criminosa de comunicação privada. Queria saber qual família resistiria a dois anos de violação de comunicação privada?”, indagou o ministro.

Neste fim de semana novos diálogos atribuídos a Moro e a procuradores da força-tarefa da Lava-Jato foram divulgados pela revista Veja em parceria com o site “Te Intercept Brasil”.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
24 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »