Rio

Modelo que era tratada como promessa das passarelas vivia em situação de rua no Rio

Jovem de 26 anos vive constante luta contra dependência química

Por Marcelo Silva

(Reprodução)

Após destaque e contrato com uma agência internacional do mundo da moda, estrelando campanhas para marcas famosas como Dolce & Gabbana e capas para revistas, a modelo Eloisa Pinto Fontes, de 26 anos trocou as passarelas de Nova York pelas ruas do Rio de Janeiro.

Eloisa foi encontrada desorientada dentro da comunidade do Cantagalo, na Zona Sul do Rio, na última terça-feira, dia 6, por agentes da Operação Ipanema Presente. Conhecida das capas de revistas conceituadas como “Elle”, “Grazia” e “Glamour”, a alagoana passou quase 1 ano vivendo anonimamente entre as pessoas em situação de rua da Capital Fluminense.

Na última vez que foi vista, a top model tinha acabado de sair da casa de um ex-namorado no bairro da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. De lá, Eloisa passou pelas comunidades da Cidade de Deus, Parque Arará, em Benfica e no Jacarezinho, na Zona Norte da cidade. A história da modelo foi contata por um amigo, durante entrevista exclusiva no Programa Cidinha Livre, desta quinta-feira (08).

(Reprodução)

O comandante de navio e amigo da família de Eloísa, Francisco de Assis conversou com a comunicadora Cidinha Campos para toda a audiência da Super Rádio Tupi. Francisco confessou que a ex-modelo vem lutando para enfrentar um quadro de dependência química, e que esse seria o principal motivo para a jovem de 26 anos estar vivendo nas ruas, longe do contato da família e dos amigos.

Nascida em uma pequena cidade no interior de Alagoas, Eloisa foi casada e tem uma filha,  de sete 7 anos, com o modelo e produtor executivo. Atualmente, a criança vive com o pai, na cidade de Londres, na Inglaterra.  Antes de vir para o Brasil, a modelo vivia sozinha, em Nova York , onde trabalhava como modelo. De acordo com Francisco, que participou do acolhimento de Eloisa,  jovem sempre foi considerada como um motivo de orgulho para a família.

A modelo alagoana, Eloisa Pinto Fontes que foi encontrada na comunidade do Cantagalo, após passar mais de um ano desaparecida está recebendo tratamento no Instituto Municipal Philippe Pinel, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. Procurada, a Secretaria municipal de Saúde afirmou que ela segue em avaliação pela equipe médica da unidade.

No momento em que foi retirada das ruas, a jovem chegou a dizer que gostaria de ficar o resto da vida catando latinhas, como confidenciou o amigo da família da modelo, Francisco de Assis.

(Divulgação Segurança Presente)

Segundo o subsecretario de Ações Estratégicas da Casa Civil, Antônio Carlos dos Santos, coordenador do Programa Segurança Presente, a modelo estava muito desorientada, no momento em que foi acolhida pelos agentes, na base da região da Praça General Osório, em Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Isabele Benito
« Programa Anterior
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »