Conecte-se conosco

Capital Fluminense

Operação Penha: Onze escolas municipais são fechadas por tiroteio entre policiais e criminosos

Confronto já deixou mais de 11 mortos, incluindo uma moradora de rua atingida por bala perdida

Publicado

em

Escola municipal
Escola Municipal no Rio (Foto: Reprodução)

A Secretaria Municipal de Educação do Rio informou que onze escolas do Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, estão fechadas nesta terça-feira (24), devido à operação policial contra a organização criminosa da região. As unidades seguem prestando atendimento remoto para garantir a segurança de alunos e funcionários.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio também informou que as Clínicas da Família Rodrigo Yamawaki Aguilar Roig, Zilda Arns, Felippe Cardoso, Klebel De Oliveira Rocha e Valter Felisbino de Souza, que atendem os moradores da região, estão funcionando apenas com atividades internas.

O confronto, que teve início por volta das 4h, já vitimou mais de 10 pessoas, entre elas uma moradora do Complexo da Penha, que foi atingida por uma bala perdida na Rua Dionísio, uma das vias de acesso ao Complexo do Alemão. Pelas redes sociais, moradores da região também relataram e compartilharam vídeos do tiroteio.

A Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, instituiu o Programa Acesso Mais Seguro em unidades localizadas em áreas de conflito. O programa tem como objetivo mitigar riscos por meio de protocolos que são aplicados por professores, alunos e toda a comunidade escolar em situações de risco. Sempre que há uma situação de risco o protocolo é acionado.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.