Últimas Notícias

Padrasto que espancou enteada de dois anos até a morte por fazer xixi na cama passará por novo julgamento nesta quinta-feira

Thiago Marinho Magalhães de Andrade foi condenado a 26 anos, nove meses e 17 dias de prisão pelo crime de homicídio triplamente qualificado

Por Isaac Santos

Padrasto que espancou enteada
Foto/Reprodução

Thiago Marinho Magalhães de Andrade, condenado a 26 anos, nove meses e 17 dias de prisão pelo crime de homicídio triplamente qualificado, contra a enteada Lara Sophia Dias Ribeiro, de apenas dois anos de idade, vítima de um espancamento, na favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio, passará por um novo julgamento, nesta quinta-feira (08).

O padrasto da menina havia sido condenado no ano de 2016. O julgamento foi anulado por decisão da 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, que aceitou o recurso da defesa do réu. No dia 25 de agosto de 2015, Thiago deu entrada com a enteada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Rocinha, na Zona Sul da Cidade, alegando que ela havia sofrido um acidente doméstico, mas a criança já chegou morta.

Na ocasião, após exame de necropsia, foi constatada como a causa da morte as múltiplas lesões. Thiago, então, confessou que havia cometido as agressões, dizendo que havia “surtado” porque a menina havia feito xixi na cama.



Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
23 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »