Região dos Lagos

Polícia investiga se incêndio em restaurante de ‘pastor do bitcoin’ foi causado por clientes que o acusam de calote

Polícia Civil tenta localizador o suspeito para que ele preste esclarecimentos

Por Tatiana Campbell

Parte do restaurante destruído pelo incêndio
Parte do restaurante destruído pelo incêndio – Foto: Reprodução/RLagos Notícias

A delegacia de Cabo Frio investiga se um incêndio ocorrido, na manhã desta quarta-feira (29), em um restaurante no Jardim Esperança, na Região dos Lagos, foi intencional. Apurações iniciais dão conta de que clientes da Eagle Eyes, empresa de investimentos do pastor Jonas Gomes da Silva, teriam ateado fogo no estabelecimento, que pertence ao religioso.

O crime teria acontecido já que o pastor é acusado de encerrar as atividades da empresa sem devolver os valores investidos pelos clientes.

Além do incêndio, a igreja onde o pastor realizava cultos foi saqueada. Existe a suspeita de que clientes da Eagle Eyes deixaram o local levando aparelhos eletrônicos e bens de valor.

A empresa divulgou um comunicado alertando para o fim das atividades e que iria devolver o capital dos investidores.

“De acordo com a 126ª DP (Cabo Frio), as investigações estão em andamento. A perícia foi realizada no local. Os agentes aguardam o proprietário do estabelecimento, que ainda não foi localizado, para prestar depoimento”, disse à polícia em nota.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Outubro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »