Conecte-se conosco

Rio

Prefeitura do Rio assina contrato de patrocínio a jovens empreendedores cariocas

Foram selecionados projetos com significativo impacto social local

Publicado

em

FOTO-SEDE-DA-PREFEITURA
(Reprodução)

A Secretaria Especial da Juventude Carioca entregará, nesta quarta-feira (07), o patrocínio do edital Juventude Inovadora a 17 projetos idealizados por jovens do Rio de Janeiro, na Nave do Conhecimento Cidade Olímpica, no Engenho de Dentro, Zona Norte do Rio. Foram selecionados através do certame público projetos com significativo impacto social local para receber valores de R$ 12 mil, R$ 27 mil ou R$ 44 mil 250, conforme alcance e possibilidades, num montante total de patrocínio de 450 mil reais.

A estimativa é que o Juventude Inovadora possa gerar transformação na vida dos jovens. O público alvo dos projetos são cariocas, de 18 a 29 anos, que terão como objetivo solucionar os desafios na efetivação dos direitos da juventude e desejam contribuir para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Conheça alguns dos projetos beneficiados

Um dos selecionados é o projeto Mobilidade Suburbana, que propõe solucionar a questão do deslocamento dentro da cidade utilizando a bicicleta nos trajetos considerados facilmente pedaláveis, isto é, distâncias entre dois e oito quilômetros. Contemplado com o patrocínio de R$ 44.250, o projeto pretende construir uma rede de bicicletários no subúrbio carioca, além de oferecer dicas de segurança e mostrar os benefícios da prática, simplificando o tema.

Outra iniciativa patrocinada pelo Juventude Inovadora, com o mesmo valor, é o Madu Cria. Buscando celebrar a diversidade, criatividade e originalidade do icônico bairro de Madureira, na Zona Norte, os moradores, coletivos, grupos de artistas e outros mais terão direito a um lote gratuito de ingressos para assistir ao espetáculo.

Também será possível comparecer comprando a entrada a preços populares. O diferencial do Madu Cria está na metodologia de curadoria e seleção de pessoas, artistas e profissionais envolvidos, que valorizará os “crias” do bairro, isto é, artistas e profissionais da região, oferecendo oportunidade de renda e democratização do acesso a bens e serviços culturais.

Já o Mariwô, um coletivo de arte do povo carioca focado no público negro, LGBTQIAP+ e periférico, buscará dar continuidade ao seu trabalho de desmistificação das fobias relacionadas a essas populações dentro dos territórios de favela no Rio de Janeiro.

Serão promovidos, por exemplo, bailes com performances da cultura ballroom, referência na luta do movimento de jovens LGBTQIAP+, em comunidades cariocas. Outra ideia é a promoção de oficinas gratuitas de discotecagem a jovens do Complexo da Maré. Dessa forma, serão levados a esses jovens conhecimentos sobre alternativas para gerar renda.

Serviço

Cerimônia de premiação do Juventude Inovadora

Data: 07/12

Horário: às 14h

Local: Nave do Conhecimento Cidade Olímpica (Engenhão)

Endereço: Rua Arquias Cordeiro, 1516, Engenho de Dentro

Continue lendo