Jornalismo

Presos por envolvimento no caso Marielle são transferidos após visitas irregulares

Visita para um dos presos recebia informações para coagir uma das testemunhas

Dois dos cinco suspeitos de envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes foram transferidos Complexo Penitenciário do Gericinó, na Zona Oeste do Rio. Eles estavam detidos no Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói.

Crime irá completar 1 ano no dia 14 de março. Foto: Reprodução Web

Os cinco homens foram detidos na operação Os Intocáveis, deflagrada no dia 22 de janeiro. Os presos transferidos foram identificados como o major da Polícia Militar Ronald Pereira Alves e o tenente reformado Maurício Silva da Costa, o Maurição. Promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público encaminharam a solicitação  de transferência à Justiça.

O pedido foi motivado por suspeita de que um dos presos estaria recebendo irregularmente a visita de uma pessoa, no BEP. O objetivo era encarregar a esta pessoa de coagir uma testemunha do caso Marielle. Segundo investigações da polícia, o major e o tenente são suspeitos de integrar a milícia de Rio das Pedras. Os dois já prestaram depoimento no inquérito que apura as mortes da vereadora e do motorista. Eles negaram envolvimento no duplo assassinato.

recomendadas
enquete

Guerra das Estrelas: que música você quer ouvir no 'Show do Clóvis Monteiro?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Novembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Patrulha da Cidade
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
13:10 - Show do Pedro Augusto
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »