Conecte-se conosco

Capital Fluminense

Professor acusado de assédio por alunas de colégio da Aeronáutica é alvo de denúncias de ex-estagiárias

Material foi encaminhado para a Comissão de Direitos Humanos que segue recebendo denúncias de possíveis práticas de assédio sexual

Publicado

em

Colégio Brigadeiro Newton Braga
Colégio Brigadeiro Newton Braga (Foto: Cyro Neves / Super Rádio Tupi)

A Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ recebeu novas denúncias contra o professor de educação física do Colégio Brigadeiro Newton Braga, que foi novamente acusado por possível prática de assédio sexual, na instituição de ensino da Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio.

De acordo com a Comissão, dessa vez, as denúncias partiram de duas ex-estagiárias da escola que é subordinada ao Comando da Aeronáutica. As duas mulheres que tiveram as identidades preservadas, denunciaram ter sofrido assédio do professor responsável pelas aulas de Educação Física do colégio.

Segundo as ex-funcionárias, o assédio  aconteceu por meio de mensagens consideradas inadequadas e até ocorreu um toque na coxa de uma das estagiárias. As vítimas entregaram aos advogados da comissão da OAB-RJ, vários prints de conversas por aplicativos de celular que comprovam os assédios praticados pelo professor.

As duas estagiaram no Colégio Brigadeiro Newton Braga no ano de 2016 e decidiram deixar o estágio na instituição depois que perceberam as intenções do professor.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.