Brasil

Em Coletiva, Ministério da Saúde confirma a suspensão de vacinação em adolescentes

Por Marcos Antonio de Jesus

Marcelo Queiroga, entre os secretários de Vigilância, Arnaldo Medeiros, e da Covid, Rosana
(Foto Reprodução /Youtube )

Em coletiva na tarde desta quinta-feira, em Brasília, o Ministério da Saúde informou que a suspensão da vacinação em adolescentes sem comorbidades, se deu por causa de casos de eventos adversos em pelo menos 1.500 jovens, sendo que há um caso de óbito.  De acordo com Marcelo Queiroga, houve registros de adolescentes que foram imunizados com vacinas da Jansen, da AstraZeneca e até mesmo Coronavac, que não são autorizadas pela Anvisa para a faixa etária.

Ainda segundo o ministério, a maioria dos casos é verificada em São Paulo e todos estão sendo investigados. A secretária de enfrentamento à Covid, Rosana Leite de Melo, disse que não há falta de vacinas. De acordo com ela existe a possibilidade de alguns estados e municípios terem aplicado imunizantes sem critério.

Entre os outros motivos alegados pelo Ministério da Saúde para suspender a vacinação estão o fato de a maior parte dos adolescentes apresentar sintomas leves de Covid e a diminuição no número de casos e óbitos por Covid. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse ainda que a suspensão foi determinada em razão da ocorrência de uma morte de uma adolescente que tomou a dose da Pfizer e veio a falecer, e do fato de o Reino Unido ter suspendido a vacinação nesse público. O ministro não deu mais detalhes sobre o caso. Ele disse ainda que pretende levar uma “palavra de credibilidade” e de “segurança” à sociedade.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Outubro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »