Conecte-se conosco

Últimas Notícias

Ministro Bruno Bianco afirma que vacinação irregular em crianças terá consequências

Mais de 57 mil meninas e meninos foram imunizados contra Covid-19, até dezembro de 2021, sem autorização da Anvisa

Publicado

em

ministro bruno bianco
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)
ministro bruno bianco

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

O ministro Bruno Bianco, da Advocacia-Geral da União, afirmou que a vacinação irregular de mais de 57 mil crianças terá conseqüências. Isso porque, um levantamento do Ministério da Saúde com base na Rede Nacional de Dados em Saúde, apontou que crianças de 5 a 11 anos já foram vacinadas, contra a Covid-19, antes da liberação da Anvisa. O relatório também mostrou que, além da Pfizer, que é o único liberado para crianças, outros imunizantes foram utilizados.

De acordo com o documento, até dezembro de 2021, teriam sido vacinados cerca de dois mil e 400 meninos e meninas de zero a quatro anos e 18 mil de cinco a onze anos em todo o Brasil. Diante dos dados, o ministro da AGU, Bruno Bianco solicitou ao Supremo Tribunal Federal a suspensão de qualquer campanha de vacinação de crianças em desacordo com as diretrizes do Plano Nacional de Vacinação.

No documento apresentado ao Ministro Ricardo Lewandowski, a Advocacia-Geral da União também pediu que sejam intimados os Estados e Distrito Federal para que se manifestem sobre a situação.

Diante dos dados oficiais, o Ministério da Saúde nos informou que outros supostos ou prováveis equívocos que aconteceram em vacinação de crianças e adolescentes. Esses dados levantados são até dezembro do ano passado, portanto anteriores à aprovação da Anvisa para a aplicação da vacina da Pfizer”, disse Bianco.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.