Rio

Secretaria de Estado de Saúde divulga segunda edição do Calendário Único de Vacinação

Atualização considera envio de novas remessas de doses pelo Ministério da Saúde

Por Redação Tupi

Imagem do momento da vacinação
Foto: Divulgação

O Calendário Único de Vacinação, pactuado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) junto à Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que representa os 92 municípios do estado, tem uma nova versão.

O calendário atualizado prevê a inserção de novos grupos prioritários, como os trabalhadores da limpeza urbana, e os trabalhadores portuários. Além disso, reforça a necessidade de que sejam incluídos mais dias para “repescagem”, garantindo uma melhor homogeneidade da cobertura vacinal.

O novo texto define que os municípios destinem, ao longo de toda a vacinação, dias específicos a cada semana para a “repescagem” dos grupos prioritários, como idosos, gestantes, pessoas com comorbidades e deficiência permanente (com 18 anos ou mais) que perderam o dia de sua vacinação, realizando ações para busca ativa, a fim de se obter a plena imunização da população prioritária e mais vulnerável ao agravamento e óbito pela Covid-19.

“O avanço do processo vacinal já apresenta sinais positivos. As análises apontam redução no número de internações e óbitos nas faixas etárias mais avançadas. Este cenário reforça a importância de que todas as pessoas que integram os grupos aptos à vacinação, de acordo com o Programa Nacional de Imunizações, tomem as duas doses da vacina. Ela tem se mostrado uma forma eficaz na prevenção da Covid-19, assim como na redução de casos mais graves, e deve se manter associada ao uso de máscaras, à higiene frequente das mãos e ao distanciamento social” – ressalta o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

De acordo com o subsecretário de Vigilância e Atenção Primária à Saúde da SES, Mário Sérgio Ribeiro, após avaliação da primeira edição do Calendário Único, o colegiado do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) observou a necessidade de atualização e ajustes no texto da deliberação vigente:

“Essa atualização foi necessária em função de possível defasagem dos dados populacionais fornecidos pelo Ministério da Saúde para cada grupo prioritário elencado pelo PNI e do envio de novas remessas de doses, inclusive com novos grupos prioritários no Programa Nacional de Operacionalização da Vacinação”.

Com a pactuação da segunda edição do Calendário Único, é enfatizada a importância da vacinação do grupo composto por pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente com e sem cadastro no Benefício de Prestação Continuada (BPC), gestantes e puérperas com comorbidades, ao mesmo tempo que se avança no calendário por faixa etária.

O calendário único também prevê que os municípios imunizem, até o fim de junho, a população em situação de rua; funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade; e os professores da educação básica e superior. Os trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos devem ser vacinados até o fim de julho.

Este grupo foi inserido como prioritário por definição do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), por ser considerado um grupo com elevado grau de exposição à infecção, dado ao risco ocasionado pela sua atividade laboral.

GRUPOS
MÊS*
Comorbidades, pessoa com deficiência, gestantes, puérperas com comorbidades, trabalhadores portuários, trabalhadores do transporte aéreo, população de rua, professores da educação básica e superior e profissionais das forças de segurança, salvamento e forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade e população em geral de 59 a 55 anos; trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.
Junho
População em geral de 54 a 45 anos; Trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos
Julho
População em geral de 44 a 35 anos
Agosto
População em geral de 34 a 25 anos
Setembro
População em geral de 24 a 18 anos
Outubro
*O calendário unificado previsto acima poderá sofrer alterações mediante pactuações, em CIB/RJ, nas hipóteses de alteração do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação


Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »