Brasil

Fazendeiro acusado de ajudar na fuga de Lázaro Barbosa tem pedido de liberdade negado

Decisão é do desembargador Ivo Favaro

Por Redação Tupi

preso-ajuda-lazaro
Elmi Caetano Evangelista foi indiciado por ajudar Lázaro na fuga e por posse ilegal de arma de fogo
(Foto: Reprodução/TV Globo)

A Justiça de Goiás negou o pedido de habeas corpus para o fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, de 73 anos, acusado de ajudar na fuga de Lázaro Barbosa. O serial killer ficou foragido por 20 dias até ser capturado e morto, no último dia 28, em Águas Lindas de Goiás.

Segundo o desembargador Ivo Favaro, a liberdade foi negada porque o pedido apresentava somente o número do Registro Geral (RG) de Elmi Evangelista, sem documentos relacionados à investigação do caso. Ainda de acordo com a sentença, a defesa do fazendeiro alegou que “o que é público e notório dispensa comprovação”, por isso, não apresentou as demais informações.

Evangelista está preso desde o último dia 24, após o caseiro da propriedade, Alain Reis de Santana, informar para polícia que o patrão acobertava o criminoso. O funcionário declarou que havia recebido ordens expressas para não permitir que os agentes entrassem na propriedade.

Após a prisão, o Ministério Público de Goiás denunciou, na última quarta-feira (30), o fazendeiro por facilitar a fuga de Lázaro e por posse irregular de arma de fogo. Além disso, o órgão solicitou uma investigação complementar ao filho de Elmi Evangelista, argumentando existir indícios da participação dele no crime de favorecimento pessoal.



Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »