Brasil

Lula ironiza edital da Funarte que ignora bandas de rock: “Viva a arte nacional!”

Em dezembro, o presidente da Funarte, Dante Mantovani, criticou o gênero musical e afirmou que o rock "ativa a indústria do aborto"

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironizou, em suas redes sociais, nesta quarta-feira, o edital da Funarte que proíbe a participação de bandas de rock. “Em dia de #tbt, celebramos o #rock! Viva a arte nacional!”, escreveu.

O edital, para distribuição de instrumentos de sopro, é referente ao Prêmio de Apoio a Bandas de Música 2020. Nenhum outro gênero musical foi vetado explicitamente. O presidente da Funarte, Dante Mantovani, realizou comentários sobre música erudita e teorias da conspiraçãoem seu canal no Youtube. Uma delas, por exemplo, diz que o rock leva às drogas e, também, ao satanismo.

“O rock ativa a droga que ativa o sexo que ativa a indústria do aborto. A indústria do aborto por sua vez alimenta uma coisa muito mais pesada que é o satanismo. O próprio John Lennon disse que fez um pacto com o diabo”, afirmou o novo presidente da Funarte, que é doutor em música pela Universidade de Londrina.

Em outros vídeos, Mantovani também afirmou que os Beatles implantaram ideias que queriam destruir a cultura ocidental. Outra vítima de críticas do presidente da Funarte é o cantor Elvis Presley, que, segundo ele, também fez parte de um experimento soviético para “acabar” com a juventude.

“Nos anos 50, apareceu um tal de Elvis Presley, que fazia todo mundo cantar, sacolejar, balançar o quadril, né. Todo mundo ama esses caras. Começam a ser introduzidos certos comportamentos… o Elvis Presley morreu de overdose, né”, decretou Mantovani.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »