Brasil

STF julga ação que cobra do governo ações imediatas para conter Covid-19 entre indígenas

Os 11 ministros do STF terão que decidir  se referendam ou rejeitam liminar concedida parcialmente pelo ministro Luís Roberto Barroso

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

O Supremo Tribunal Federal faz, nesta segunda-feira, sessão extraordinária para analisar a ação que cobra do governo medidas para proteger as populações indígenas da pandemia de Covid-19. O  primeiro julgamento em plenário da Corte, por videoconferência, após o recesso forense, ocorre em um momento de tensão no qual povos isolados correm o iminente risco de serem dizimados ao mesmo tempo em que não há sequer uma barreira sanitária instalada na região onde vivem, na Amazônia.

Os 11 ministros do STF terão que decidir  se referendam ou rejeitam liminar concedida parcialmente pelo ministro Luís Roberto Barroso, que é o relator da ação assinada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil e  partidos de oposição.  Até o momento, de acordo com a Apib, 624 indígenas foram mortos em decorrência da Covid-19.

No total, 21.646 casos já foram confirmados entre 148 povos.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Mário Belisário
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
11:00 - Programa Francisco Barbosa
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
08:00 - Programa Roberto Canazio
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »