Brasil

‘Vendedor de redes que vende como quer’, diz Maia sobre Guedes

Presidente da Câmara dos Deputados rebateu os números de impacto fiscal da área econômica sobre o 'Plano Mansueto Light'

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução / TV Band

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), rebateu os números de impacto fiscal da área econômica sobre o “Plano Mansueto Light“, nesta quinta-feira. O plano é referente a recuperação fiscal a estados e municípios em meio à pandemia do novo coronavírus.

Maia chamou o ministro da Economia, Paulo Guedes, de “vendedor de redes, que vende as coisas do jeito que quer, da forma que quer”.

Segundo Guedes, a proposta de Maia era uma “pauta bomba” ao orçamento da União, devido aos R$ 180 bilhões de impacto fiscal. Já Rodrigo Maia ressaltou que o número é falso e que geraria uma despesa de R$ 49 bi — R$ 35 bi de ICMS, R$ 9 bi da suspensão da dívida e R% 5 bi do ISS –, além de R$ 50 bilhões disponíveis para empréstimos.

“Na verdade o governo não quer atender os estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Neste debate [de pauta boma] não vou entrar, vou entrar no debate técnico”, afirmou Maia. E completou: “Aceitar números que não existem não faz nenhum sentido. E é o que Paulo Guedes tem feito”.

Nesta semana, o presidente da Câmara dos Deputados tentou votar o projeto, mas não houve consenso entre os deputados e a equipe econômica.

Segundo Maia, após Guedes ter “vendido a tese” referente ao alto impacto fiscal, líderes decidiram adiar a votação. “Mas temos convicção do que estamos fazendo”, finalizou ele.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
03 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »