Capital Fluminense

Sapucaí ganha iluminação especial em homenagem as vítimas da Covid-19 no Rio

Em evento realizado nesta sexta-feira de Carnaval (12), duas profissionais de saúde da rede municipal receberam a chave da cidade das mãos do prefeito Eduardo Paes

Por Diogo Sampaio

Em evento realizado nesta sexta-feira de Carnaval (12), duas profissionais de saúde da rede municipal receberam a chave da cidade das mãos do prefeito Eduardo Paes
(Foto: Diogo Sampaio/Super Rádio Tupi)

A Prefeitura do Rio inaugurou, em um evento realizado na noite desta sexta-feira (12), uma iluminação especial na Marquês de Sapucaí para homenagear as vítimas da Covid-19 na cidade, especialmente aquelas ligadas ao mundo do samba. A Avenida, que serve de palco para as escolas durante a folia, ganhou luzes com as cores de cada uma das doze agremiações do Grupo Especial, que se alternam a cada 10 segundos.

A Marquês de Sapucaí e a Praça da Apoteose ficarão iluminadas todas as noites, até meia-noite, durante os dias em que seriam celebradas as festividades do Carnaval carioca em 2021. Dessa forma, a homenagem que começou nesta sexta (12) irá até o próximo dia 20, quando ocorreria o Desfile das Campeãs no Sambódromo.

(Foto: Diogo Sampaio/Super Rádio Tupi)

E como manda a tradição, na sexta-feira de Carnaval, o prefeito do Rio entrega a chave da cidade para o rei Momo. Porém desta vez, por causa da pandemia, o mandatário entregou a chave para duas profissionais da Rede Municipal de Saúde, que integram a linha de frente no combate à pandemia.

As duas escolhidas foram a enfermeira Adélia Maria dos Santos e técnica de enfermagem Joelma Andrade. A primeira foi a responsável por aplicar uma das primeiras doses da vacina contra a Covid-19 no Rio, na solenidade aos pés do Cristo Redentor; já a segunda é ex-passista da Unidos da Ilha do Governador.

“Não vai ter carnaval porque a gente quer salvar vidas. Não vai ter carnaval porque a gente precisa preservar vidas. Não vai ter carnaval porque quem amamos e até os que não conhecemos não podem ficar expostos a essa doença que, infelizmente, matou no mundo uma quantidade enorme de pessoas. Essa também é uma homenagem a todas essas vidas perdidas”, declarou o prefeito.

(Foto: Diogo Sampaio/Super Rádio Tupi)

Durante discurso, Paes ainda reforçou o apelo para que a população respeite as medidas de combate ao coronavírus. “Nos próximos dias, é para não ir a festas e nem desfilar em blocos. Vamos curtir o carnaval de maneira diferente. A minha promessa, o meu compromisso, quero assumir aqui perante o Rei Momo: em 2022, faremos o maior carnaval da história. Vamos fazer uma celebração inesquecível, para compensar esse ano” destacou.

Vale destacar que a cerimônia contou com a presença do vice-prefeito Nilton Caldeira, da presidente da Riotur, Daniela Maia, do secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, do presidente da Rioluz, Bruno Bonetti, da secretária municipal de Conservação, Anna Laura Secco, do subprefeito do Centro do Rio, Leonardo Pavão, de familiares do Candonga, e do presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) , Jorge Castanheira.

(Foto: Diogo Sampaio/Super Rádio Tupi)
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
27 de Fevereiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »