Coronavírus

Profissionais da Saúde e Segurança podem ficar isentos do pagamento de pedágio

Governador Wilson Witzel tem até 15 dias para sancionar ou vetar a proposta

Por Camila Moraes e Marcelo Silva

Divulgação Alerj

Os profissionais das áreas da saúde e segurança poderão ter direito a isenção de tarifas de pedágio durante pandemia do coronavírus.

O texto foi aprovado, nesta terça-feira (08), pela Assembléia Legislativa do Rio. O governador Wilson Witzel tem até 15 dias para sancionar ou vetar a proposta.

Para ter direito à isenção do pedágio, os profissionais terão que comprovar o direito à isenção por meio de contracheque, carteira funcional ou qualquer outro documento empregatício ou contratual.

A medida é válida apenas para deslocamentos por motivos de trabalho. Estão inclusos na proposta médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, fisioterapeutas, nutricionistas, cuidadores de idosos.

Além destes, policiais civis e militares, bombeiros militares, agentes penitenciários e do Departamento de Ações Socioeducativas, policiais federais, membros das Forças Armadas federais, guardas municipais, agentes do Segurança Presente e da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, podem ser beneficiados pela nova norma.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
03 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »