Capital Fluminense

Cidade Integrada: Governo do RJ só levará programa para outras comunidades após resultados no Jacarezinho e Muzema

O plano prevê um investimento inicial de mais de R$ 500 milhões

Por Tatiana Campbell

Governador do Rio, Cláudio Castro, anuncia programa Cidade Integrada
Governador do Rio, Cláudio Castro, anuncia programa Cidade Integrada – Foto: Tatiana Campbell/Super Rádio Tupi

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, anunciou neste sábado (22) as medidas implantadas no programa Cidade Integrada. A iniciativa conta com seis eixos: social, econômico, infraestrutura, diálogo/governança, transparência e segurança. O investimento inicial para o programa é de R$ 500 milhões. As primeiras comunidades a receberem o programa é o Jacarezinho, na Zona Norte, e Muzema, na Zona Oeste.

Ainda no início da coletiva de imprensa, Castro garantiu que o Cidade Integrada só irá se expandir para outras comunidades quando estas duas localidades estiverem 100% entregues ao programa.

“Enquanto não estiver funcionando plenamente [no Jacarezinho e na Muzema] não vamos falar das próximas. Enquanto o programa não tiver devidamente implantado mostrando resultados, não há sequer prazo para as próximas. As primeiras são Jacarezinho e Muzema, e só há de se pensar nas próximas após essas estarem funcionando totalmente de forma correta”, afirmou o governador.

Cláudio Castro garantiu ainda que o programa não tem similaridades com as Unidades de Polícia Pacificadora. “Esse programa tem muito pouco a ver com UPP. Não é um programa de pacificação. Depois de muita análise, muita conversa, percebemos que essa ideia de pacificação traz mais prejuízo na execução do que benefícios”, disse.

Comunidade do Jacarezinho é uma das primeiras a receber o programa
Comunidade do Jacarezinho é uma das primeiras a receber o programa -Foto: Divulgação

Entre as ações anunciadas pelo governador do Rio de Janeiro estão a regularização de documentos, como identidade, em mutirões, com início já para a próxima semana, auxílio mensal de R$ 300 para mulheres chefes de família, conselho comunitário com a presença de 24 membros – metade do Governo e metade com moradores – para avaliar o impacto da sensação de segurança para os que vivem nas comunidades, saneamento, reparo em toda a rede de esgoto, executar 5 mil melhorias habitacionais, mudança de endereço de batalhões e delegacias, entre outros.

Durante a divulgação do programa, Cláudio Castro garantiu que até o final deste ano, todos os moradores do Jacarezinho e da Muzema terão banheiro. Ele disse ainda que, com o apoio da Justiça, entregará, para aqueles que vivem na Muzema – área conflagrada pela milícia – títulos de propriedade.

“O sucesso do programa vai impedir que essas pessoas [milicianos] voltem. O sucesso do programa é a forma de a milícia não voltar a construir, não voltar a cobrar das pessoas. A investigação é a base do projeto. A Polícia Civil tem investigações que não acabam. O Ministério Público e a Justiça já estão muito integrados nisso, para a gente conseguir cumprir os mandados”, explicou.

Imagem dos prédios que desabaram.
Região da Muzema, dominada pela milícia, recebe o programa Cidade Integrada – Foto: Richard Santos / Prefeitura do Rio

Entre as medidas que o Governo do Rio pensou para enfraquecer o enriquecimento da milícia é com a distribuição de vale-gás, uma das principais atividades exploradas pelos grupos paramilitares. “Um bujão de R$ 80 custa até R$ 120 na favela. Sabemos que um dos problemas nessas comunidades é a agiotagem, com práticas violentas. Vamos abrir essa linha de crédito para que a população não vá parar na mão de traficantes. Para evitar que esse dinheiro pare nas mãos do crime”, destacou Castro.

Após a ação realizada na quarta-feira (19), onde moradores do Jacarezinho denunciaram uma atitude truculenta por parte da Polícia Militar, o governador informou que instalou um posto de ouvidoria da PM dentro da comunidade para receber estes tipos de reclamações.

“O diálogo é um dos principais pilares para o sucesso. Sem ouvir especialistas e a comunidade, não daria certo. O governo está de ouvidos abertos. Sem diálogo, esse plano viraria uma imposição na vida das pessoas. A grande e verdadeira integração é a sociedade poder participar do que será feito para ela”, falou Cláudio Castro.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Maio de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Alexandre Ferreira
« Programa Anterior
02:00 - Na Companhia Do Garcia
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »