Botafogo

Botafogo perde para o Atlético-MG e amarga a quarta derrota seguida

Alvinegro só conquistou dois pontos nos últimos sete jogos, permanecendo na penúltima colocação do Brasileirão

Por Redação Tupi

Foto: CBF

Pela quarta vez seguida, terceira do técnico interino Emiliano Díaz, o Botafogo jogou mal e foi derrotado no Campeonato Brasileiro. O Alvinegro carioca não resistiu às investidas do Atlético-MG, que entrou em campo desfalcado, pois enfrenta um surto de Covid-19 no elenco. O Galo derrotou o Glorioso por 2×1 no Estádio do Mineirão e agora a equipe mineira tem 42 pontos, três a mais que o segundo colocado Flamengo. Enquanto isso, o Fogão amarga a penúltima colocação com apenas 20 pontos.

O Alvinegro encarou os donos da casa com um elenco totalmente modificado. Emiliano Díaz mexeu na equipe, mas as alterações não surtiram o efeito esperado. O Atlético buscou o ataque desde o início do jogo. No entanto, o Botafogo teve as duas primeiras chances: a primeira saiu em finalização fraca de Pedro Raul, logo no minuto inicial. Aos cinco, Rafael Forster obrigou o goleiro Rafael a fazer grande defesa, mas o volante estava impedido. Porém, o Galo não se assustou, manteve o ímpeto e conseguiu abrir o placar aos 16: Keno recebeu na esquerda e cruzou de três dedos para Savarino, que mandou para a rede. Na sequência, o time mineiro não ameaçou tanto. O único lance de perigo aconteceu aos 32, em escanteio fechado de Hyoran que quase terminou em gol olímpico. Por outro lado, o Glorioso não finalizou novamente até o intervalo.

Mas se o primeiro tempo acabou morno, o segundo começou fervendo. Aos quatro minutos, Savarino recebeu na direita e cruzou para Eduardo Sasha, que testou no ângulo direito de Diego Cavalieri e ampliou o placar para o Galo. O Botafogo reagiu aos sete: Marcinho bateu escanteio na cabeça de Marcelo Benevenuto, que mandou para a rede e diminuiu.

O time da casa voltou a ameaçar aos 12, em chute de Savarino salvo pelo arqueiro botafoguense. Do lado do Glorioso, a bola parada foi arma outra vez aos 22, em cobrança de falta de Marcinho defendida por Rafael. A maré não estava boa para o jogador do Botafogo: aos 31, ele ficou no mano a mano com Keno pela ponta e acabou cometendo pênalti. O próprio Keno bateu, mas Diego Cavalieri pulou no canto esquerdo e pegou sem dar rebote. Na reta final, os cariocas tentaram ir mais ao ataque, mas só conseguiram chegar aos 46, em finalização de Matheus Nascimento por cima do gol. Pouco ameaçado, o Atlético manteve o placar e saiu com a vitória.

*Com informações da CBF

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »