Internacional

Na Amazônia, homens casados poderão ser ordenados padres pelo Vaticano

O encontro discutirá a evangelização de nativos, além da preservação da floresta amazônica

Por Redação Tupi

O encontro discutirá a evangelização de nativos, além da preservação da floresta amazônica
(Foto: Reprodução)

Foi divulgado pelo Vaticano, nesta segunda-feira, o relatório preparatório para o Sínodo dos Bispos sobre a Amazônia. No documento, é aberto a possibilidade de homens casados se tornarem padres, porém com algumas restrições. A proposta é existente desde o ano passado.

“Afirmando que o celibato é um presente para a Igreja, se pede que, nas zonas mais remotas da região, se estude a possibilidade de ordenação sacerdotal de idosos, preferivelmente indígenas, respeitados e aceitos por sua comunidade, ainda que já tenham uma família constituída e estável”, relata o relatório.

O objetivo do Vaticano com a proposta é aumentar o número de padres na Amazônia e, para isso, a ideia seria ampliar o sacerdócio para homens casados e de fé comprovada, os “viri probati”: “Ao invés de deixar as comunidades sem Eucaristia, devem ser mudados os critérios de seleção e preparação de ministros autorizados a celebrá-la”.

O Sínodo dos Bispos sobre a Amazônia será realizado nos dias de 06 a 27 de outubro. O encontro discutirá a evangelização de nativos, além da preservação da floresta amazônica.

Comentários
enquete

Para conseguir um cargo melhor, o chefe deve valorizar o trabalho ou o 'puxasaquismo'?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »