Brasil

Paraguai confirma uma nova nuvem de gafanhotos

Embora não representem um risco direto para os seres humanos, eles podem, em grupo, causar grandes prejuízos econômicos

Por Marcos Antonio de Jesus

Foto: Senasa (Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agro-Alimentar)

Autoridades paraguaias identificaram, no país, uma “nuvem” de gafanhotos semelhante a que, no fim de junho, se formou na Argentina e chegou próxima à fronteira com o Brasil, o que fez o governo brasileiro, na ocasião, declarar estado de emergência fitossanitária no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Embora não representem um risco direto para os seres humanos, eles podem, em grupo, causar grandes prejuízos econômicos, devorando plantações em questão de horas.

De acordo com o Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Vegetal e de Sementes (Senave) do Paraguai, até esta quinta-feira, milhares de gafanhotos da espécie chamada de “gafanhoto migratório sul-americano” se encontravam próximos ao Parque Nacional Defensores del Chaco, no estado de Boqueirão, a cerca de 300 quilômetros das fronteiras com o Brasil e a Argentina. A possibilidade dos gafanhotos se deslocarem para outras regiões colocou não só os técnicos do Senave paraguaio “ em vigilância permanente”, mas também motivou o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina a reforçar o pedido para que produtores rurais e a população em geral alertem às autoridades sanitárias locais caso avistem os insetos.

No Brasil, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento confirmou ter recebido dos técnicos paraguaios informações sobre a segunda nuvem de gafanhotos. A pasta informou que está monitorando a situação, mas que, no momento, não há como prever o comportamento deles, pois isto depende de uma série de fatores climáticos.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »