Conecte-se conosco

Política

Imóvel de Nego do Borel pode ser penhorado por dívidas de IPTU ignoradas

Localizado no Recreio, Zona Oeste do Rio, propriedade tem 3 IPTUs pendentes referentes aos anos de 2017, 2018 e 2020. Dívida passa dos R$ 27 mil

Publicado

em

Nego-do-Borel
(Foto: Reprodução/Instagram)
Nego-do-Borel

(Foto: Reprodução/Instagram)

O Tribunal de Justiça do Rio decidiu nesta sexta-feira (29), que a mansão do cantor Nego do Borel localizada no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio, será penhorada. De acordo com a Justiça, isso acontece porque o funkeiro possui três dívidas referentes ao não pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) pendentes que, somados, passam de R$ 27 mil. As dívidas correspondem aos anos de 2017, 2018 e 2020.

A juíza responsável pela caso é a magistrada Kátia Cristina Nascentes, da 12ª Vara de Fazenda Pública, que decidiu pela penhora e por um possível arresto do imóvel. A magistrada, no entanto, solicitou mais uma visita de um oficial de justiça à mansão para tentar um último contato com o cantor. Se ele não for encontrado mais uma vez na propriedade, o arresto e a avaliação da casa serão realizados.

Vale ressaltar que o TJRJ alertou que o artista poderá quitar as dívidas com a Prefeitura do Rio. No entanto, isso precisará ser feito em até 5 dias, antes que a penhora do imóvel seja executada. “Neste caso, deverá constar da certidão do oficial de justiça avaliador que deixou de efetuar o arresto do imóvel, visto que encontrou o devedor quando compareceu ao local para a prática do ato de constrição, tendo procedido à sua citação”, determinou  Kátia Cristina.

Na sua conta oficial do Instagram, Nego do Borel ironizou a situação e perguntou se os seguidores poderiam emprestar o dinheiro. “Quebrei! Alguém me empresta 27 mil”, escreveu ele nos Stories.

Nego do Borel Instagram

Imóvel de Nego do Borel pode ser penhorado por dívidas de IPTU ignoradas (Foto: Reprodução/ Instagram)

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *