Política

Rodrigo Maia afirma que vai sair do DEM e recebe convite de Doria para se filiar ao PSDB

"Quero um partido que eu possa dormir tranquilo de que não apoiará o Bolsonaro", disparou o ex-presidente da Câmara

Por Redação Tupi

(Foto: Divulgação/Secom/GESP)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), declarou, nesta segunda-feira (08), que fez um convite para que o ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM) se filie ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). A proposta do tucano acontece após Maia confirmar, em entrevista ao jornal Valor Econômico, que deixará o Democratas para fazer oposição ao presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido).

“Ontem, recebendo a visita do deputado Rodrigo Maia na minha residência, eu o convidei para integrar o PSDB. Ele vai analisar, não é uma decisão que vai tomar em imediato, mas vai analisar. O que ficou claro para mim é que ele deixará o DEM, o partido do qual já foi presidente. Diante dessa manifestação pública dele, o convidei para integrar o PSDB. Nos próximos dias ou próximas semanas teremos a resposta de Rodrigo Maia”, afirmou Doria.

Além do parlamentar, o governador paulista também convidou o próprio vice, Rodrigo Garcia (DEM), a migrar de sigla, durante um encontri realizado na noite do último domingo (07). “Será uma honra para o PSDB ter o Rodrigo Maia e Rodrigo Garcia nas fileiras do PSDB, dadas as circunstâncias atuais do partido que eles ajudaram a formar, a fundar e a fortalecer. Mas não me cabe aqui as razões que levaram ambos a deixar o DEM, mas ficaremos todos felizes se ambos puderem considerar a hipótese de se filiar ao PSDB”, declarou.

Vale destacar que outros partidos, como PSL e Cidadania, já anunciaram ter o interesse de contar com Rodrigo Maia entre os seus filiados. A divergência entre o político e sua atual legenda, o DEM, teve início após o partido abandonar a candidatura de Baleia Rossi (MDB) à Presidência da Câmara para apoiar Arthur Lira (PP-AL), em nome da aproximação com o presidente da República.

“O partido voltou ao que era na década de 1980, para antes da redemocratização, quando o presidente do partido aceita inclusive apoiar o Bolsonaro”, disparou Maia ao Valor Econômico. “O DEM decidiu majoritariamente por um caminho, voltando a ser de direita ou extrema-direita, que é ser um aliado de Bolsonaro”, completou o deputado.

Ainda durante a entrevista, o filho de César Maia garantiu que entregará o pedido de desfiliação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nos próximos dias para “dormir tranquilo”. “Vou pedir minha saída no TSE (…). Hoje posso dizer que sou oposição ao presidente Bolsonaro. Quando era presidente da Câmara, não podia dizer. Mas agora quero um partido que eu possa dormir tranquilo de que não apoiará o presidente. (…) Não quero participar de um projeto que respalda todos os atos antidemocráticos”, assegurou.

Comentários
enquete

Você acha que o Flamengo embala a segunda vitória consecutiva no Carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
07 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Domingo Show
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »