Política

Tribunal mantém quebra de sigilo bancário e fiscal de Flávio Bolsonaro

Parlamentar é investigado pelo Ministério Público Federal por suspeita da prática da famosa 'rachadinha'

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

Nesta terça-feira, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu manter a decisão que quebrou os sigilos bancário e fiscal do senador Flávio Bolsonaro. A decisão foi por 2 votos a 1, derrotando o desembargador Antônio Carlos Amado. Na semana passada, o desembargador votou a favor do filho do presidente Jair Bolsonaro.

Já as desembargadoras Mônica Tolledo de Oliveira e Suimei Cavalieri votaram contra o relator e asseguraram a decisão que o juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal, tomou em abril.

Flávio Bolsonaro é investigado pelo Ministério Público Federal por suspeita da prática da famosa “rachadinha”, que consiste no recolhimento de parte do salário de seus funcionários, na Assembleia Legislativa do Rio, ainda quando era deputado estadual. A Promotoria apura suspeitas de peculato, ocultação de bens, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

As acusações contra Bolsonaro começaram após relatório do antigo Coaf indicar movimentação financeira atípica de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro e amigo de longa data da família Bolsonaro.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »