Política

TSE nega pedido de Eduardo Paes para trancar ação penal eleitoral

Advogados de Paes pediam a suspensão do processo até o fim das eleições.

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Felipe Salomão, negou o pedido da defesa do candidato à Prefeitura do Rio, Eduardo Paes (DEM-RJ), de trancamento de uma ação penal eleitoral contra ele.

Os advogados de Eduardo Paes pediam a suspensão do processo até o fim das eleições. No processo, o ex-prefeito é acusado pelo crime de falsidade ideológica eleitoral em relação à prestação de contas durante a campanha eleitoral de 2008.

Segundo o TSE a denúncia está baseada em diversas provas, não apenas em delações premiadas de ex-executivos da Odebrecht como aponta a defesa de Paes. O ex-prefeito é acusado de receber R$ 650 mil de caixa dois da empreiteira.

Os ex-executivos afirmam que Eduardo Paes recebeu o dinheiro quando concorreu a eleição para a prefeitura do Rio em 2008, em troca de contratos futuros com o município. No início da semana, o TRE já havia negado por unanimidade esse pedido.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »