Rio

Acusados da morte de Marielle são transferidos de penitenciária em operação secreta

Operação foi sigilosa para evitar uma fuga

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

O sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz apontados pela Delegacia de Homicídios da Capital e pelo Ministério Público do Rio como os assassinos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes foram transferidos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, para a Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia. A operação foi sigilosa para evitar uma fuga.

O motivo da transferência, fundamentado em decisão do juiz federal corregedor da Penitenciária Federal de Mossoró, Walter Nunes da Silva Junior, foi o fato de o miliciano e ex-PM Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando da Curicica, também estar na mesma unidade.

Antes de a Polícia Civil prender Lessa e Queiroz pelo duplo homicídio, em 12 de março deste ano, o miliciano era o principal suspeito pelo crime. O juiz federal corregedor ressaltou em sua decisão que havia urgência na transferência dos presos, porque Curicica “forneceu às autoridades informações importantes do envolvimento de Ronnie e Élcio nos assassinatos de Marielle e Anderson”.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Dezembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »