Modal

Casos de dengue, chikungunya e zika apresentam queda no Rio durante a pandemia da Covid-19

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Rio, isolamento social ajudou na redução

Por Marcelo Silva

(Foto: Reprodução)

Em meio à pandemia da covid-19, os casos de dengue, chikungunya e zika apresentaram quedas de até 99,3% na cidade do Rio de Janeiro. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, de janeiro a junho de 2019, a prefeitura registrou 30 .651 casos de chikungunya no município.

Durante o mesmo período deste ano, durante o isolamento social para conter a propagação do novo coronavírus, o município registrou apenas 216 casos da doença. Para a SMS, as medidas restritivas foram determinantes para a redução.

É o que afirma Nadja Greffe, superintendente de Vigilância em Saúde:

“Com o isolamento social e a população mais tempo dentro de casa, acreditamos que houve uma mudança de comportamento em relação aos cuidados com todo espaço da casa, principalmente a área externa, podendo ser um indicativo de redução dos criadouros de mosquito domiciliares.”

Outro dado observado pela Vigilância Ambiental da prefeitura foi queda na produção de ovos do mosquito Aedes aeypti. Em comparação ao ano passado, houve um aumento em janeiro (65%) e fevereiro (56%) de 2020. Já a partir de março, houve queda de 11% (março), 39% (abril) e 35% (maio).

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »