Conecte-se conosco

Justiça

Justiça determina soltura de peruanas presas repassando dólares falsos em Copacabana

Juiz responsável afirma que o crime praticado não se trata de uma violência

Publicado

em

Polícia Civil prende dupla de estelionatárias peruanas
Justiça determina soltura de peruanas presas repassando dólares falsos em Copacabana (Foto: Divulgação/ PCERJ)

Após audiência de custódia neste domingo (29), o Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ), por meio da 29º Vara Criminal, determinou a soltura das duas peruanas presas na sexta-feira (27), com dólares e documentos falsos em Copacabana, Zona Sul do Rio.

O juiz Pedro Ivo Martins Caruso D’Ippolito considerou que o crime foi promovido sem o emprego de ações violentas e que Maria Lesly Montalvo Escobar e July Felicita Montalvo são rés primárias. O juiz optou por substituir a prisão por medidas cautelares.

As peruanas deverão comparecer mensalmente à 29ª Vara Criminal, devendo informar ao juiz qualquer mudança de endereço. Elas também estão proibidas de sair de casa, por mais 10 dias, sem autorização prévia e também não podem entrar em nenhum hotel da cidade do Rio.

Elas vinham praticando o golpe desde o início da semana e conseguiram trocar 2,4 mil dólares no Rio e ainda tinham mais mil dólares em notas falsas para repassar, em um total de mais de R$ 16 mil na cotação de sexta (27).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.