Conecte-se conosco

Cultura

Madureira faz 409 anos com réplica do crânio de Luzia, fóssil de dinossauro, Nova Orquestra e viradão cultural

Uma apresentação do Zonas de Cultura, a celebração é fruto da parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura e o projeto Museu Nacional Vive

Publicado

em

A reconstituição facial da Luiza estará em exposição, juntamente com uma réplica de seu crânio recentemente produzida pelo Laboratório de Processamento de Imagens Digitais
A reconstituição facial da Luzia estará em exposição, juntamente com uma réplica de seu crânio recentemente produzida pelo Laboratório de Processamento de Imagens Digitais. (Foto: Museu Nacional Vive/Reprodução)

Madureira faz 409 anos no dia 24 de maio e será palco para a exposição inédita “Luzia e Berthasaura em Madureira”, apresentando a réplica do crânio de Luzia – o remanescente humano mais antigo das Américas -, além da réplica e do fóssil do Berthasaura leopoldinae, encontrado no Paraná em 2021. Esta é a primeira vez que as peças poderão ser vistas pelo público fora do ambiente de museu.

A exposição é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura (SMC) – via programa Zonas de Cultura – e o projeto Museu Nacional Vive, com cooperação técnica entre a UFRJ, a UNESCO e o Instituto Cultural Vale. O início será na terça-feira 24 às 10h (para convidados), incluindo ainda a réplica da reconstrução de Luzia.

O aniversário de Madureira, promovido pela Prefeitura do Rio, por meio das secretarias de Cultura e Meio Ambiente e da SubPrefeitura da Zona Norte, vai reunir também atrações como a Nova Orquestra (10h), que conta com o patrocínio do Instituto Cultural Vale, apresentando um concerto pensado para homenagear Madureira. A festa segue no dia 28, com um viradão cultural, das 14h às 6h (do dia 25).

Para abrigar Luzia e o dinossauro, dois contêineres de 14 metros quadrados cada serão instalados em frente à Arena Carioca Fernando Torres, no Parque Madureira (portão 4). Um totem com conteúdo audiovisual, além de painéis ilustrativos, completam a mostra, que fica em cartaz até 7 de setembro. Uma experiência única!

Madureira é o primeiro bairro do Zonas de Cultura, programa inédito da Secretaria de Cultura que vai injetar ali R$ 1,5 milhão este ano, em ações culturais locais e na criação de um calendário anual, além de capacitação de mães empreendedoras e muito mais.

Peças expostas em Madureira

1 – Réplica do crânio da Luzia: 20cm de altura por 15cm de largura e 15cm de profundidade;

2 – Réplica da reconstrução da Luzia: 23cm de altura por 17,5cm de largura e 23cm de profundidade;

3 – Réplica do Berthasaura leopoldinae em vida: 71cm de largura por 44cm de profundidade e 92cm de altura;

4 – Fóssil do Berthasaura leopoldinae (para o público tocar)

A experiência do público: Poderão circular 280 pessoas por dia, sendo 20 ao mesmo tempo, com duração de 30 minutos por grupo.

“Luzia e Berthasaura em Madureira”. Arena Carioca Fernando Torres: Parque Madureira (portão 4). Exposição de 24 de maio (convidados) e 25 de maio (público) a 7 de setembro. Ter a sáb, das 10h às 18h. Grátis. Livre. Retirada de ingressos pelo Sympla.

– Viradão cultural, dia 28, das 14h às 6h (do dia 25).

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.