Rio

Polícia Civil e Militar vão poder utilizar armas e munições apreendidas em operações

Projeto foi votado na Alerj nesta quarta-feira

Por Redação Tupi

(Divulgação: Polícia Civil)

A Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) votou, nesta quarta-feira, um projeto que determina que os policiais militares e civis poderão utilizar armas de fogo e munições apreendidas em operações.

O projeto de lei é de autoria do deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL), e determina que a Polícia Civil ou Militar, responsável pela apreensão de armas de fogo e munições, terá um prazo de dez dias para requerer o uso dos equipamentos ao Comando do Exército.

No requerimento deverá constar a relação, a quantidade e a justificativa de necessidade do uso do armamento. Autorizada a doação, as armas deverão passar por inspeção.

Em nota, o parlamentar afirma que o “Estado do Rio de Janeiro tem a possibilidade de economizar recursos públicos com o custeio de armamentos e suas peças, componentes e munições se puder aproveitar os materiais apreendidos em operações”.

 

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
13 de Novembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »