Rio

Polícia Civil interdita empreendimento da milícia na Barra da Tijuca

Objetivo era cumprir mandados de busca e apreensão e ordem judicial de suspensão de atividades

Por Redação Tupi

imagem de uma construção irregularr
Foto: Divulgação/ Polícia Civil-RJ

Policiais civis da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) realizaram, nesta segunda-feira (25), uma operação contra crimes de parcelamento irregular de solo urbano e associação criminosa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, e em Copacabana, Zona Sul. O objetivo era cumprir mandados de busca e apreensão e ordem judicial de suspensão de atividades.

Na Ilha da Gigoia, na Barra da Tijuca, os agentes interditaram um edifício, com pelo menos trinta unidades residenciais, que estava sendo construído por um homem suspeito de associação com milicianos da comunidade da Muzema, também na Zona Oeste.

A ação resultou em um prejuízo de cerca de R$ 9 milhões para os responsáveis pelo empreendimento que, além clandestino, não possui condições de habitabilidade e apresenta risco potencial de colapso estrutural, expondo a risco de vida futuros moradores e vizinhos do prédio.

Em Copacabana, foram realizadas buscas na residência do responsável pela edificação da Ilha da Gigoia. Foram apreendidos um pen drive, uma agenda, documentos, um computador e dinheiro em espécie.

As investigações continuam a fim de identificar e responsabilizar criminalmente todos os responsáveis pelo empreendimento. De acordo com a DPMA, os demais órgãos ambientais administrativos serão notificados do fato para que adotem as medidas cabíveis, como aplicação de multa aos responsáveis e demolição do edifício.

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Dezembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »