Rio

Polícia pede prisão de suspeitos de morte de Fernando Iggnácio

Na última quarta (18), a polícia já tinha pedido a prisão do primeiro identificado

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

A Delegacia de Homicídios da Capital pediu a prisão preventiva de outros dois homens que foram identificados e são acusados de terem participado do assassinato do contraventor Fernando Iggnácio. Genro e um dos herdeiros do falecido contraventor Castor de Andrade, Fernando foi executado no último dia 10, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio.

Na última quarta (18), a polícia já tinha pedido a prisão do primeiro identificado: o cabo da Polícia Militar, Rodrigo Silva das Neves. As investigações para esclarecer o fato estão em andamento.

Fernando se dirigia ao estacionamento da empresa Heli-Rio, quando foi atingido por disparos de fuzil. Ele era investigado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro como mandante da morte do ex-policial militar Anderson Cláudio da Silva, o Andinho, em 10 de abril de 2018,  também no Recreio. Além disso, travava há 22 anos uma disputa com o contraventor Rogério Andrade, sobrinho de Castor, pelo controle dos pontos de bicho e de caça-níqueis na região da Zona Oeste.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »