Conecte-se conosco

Capital Fluminense

Rainha dos passistas do Salgueiro é vítima de racismo nas redes sociais

Larissa Reis, que estava em ensaio técnico da Acadêmicos do Cubango, denunciou o racista identificado como 'Joubert Moreno', após ofensas

Publicado

em

Larissa Reis, passista vítima de racismo
Larissa Reis, passista vítima de racismo nas redes sociais. (Foto: Reprodução)
Larissa Reis, passista vítima de racismo

Larissa Reis, passista vítima de racismo nas redes sociais. (Foto: Reprodução)

Larissa Reis, rainha das passistas do Salgueiro, foi vítima de racismo nas redes sociais. Em uma postagem sobre o ensaio técnico da Acadêmicos do Cubango, da página “Portal do Samba”, no Facebook, um homem, identificado como Joubert Moreno, escreveu comentários racistas direcionados à Larissa. Nesta terça-feira (22), a vítima fez um registro de boletim de ocorrência na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, a Decradi.

“A mulher das cavernas. Esse povo perde a mão na quantidade de cabelo. É muito feio. Capitão cavernaaaaa”, escrever Joubert. Imediatamente, ele foi reprimido pelos primeiros usuários que identificaram o racismo na mensagem.

O acusado rebateu os comentários e ainda disse que não é branco e sim mestiço. “Sou mestiço. Filho de um negro com uma branca. Nunca pertenci a nenhum dos lados. […] Meu lugar de fala será onde eu quiser. Aquela peruca é exagerada na minha opinião e não valoriza a beleza daquela mulher”, terminou.

Em seu Instagram, Larissa expôs o caso para os seus seguidores. “Enquanto esse senhor racista (Joubert Moreno) falar, eu irei expor! Com racista não tem conversa, eles não mudam”, disse a passista.

Em outra publicação, que mostrava o boletim de ocorrência, ele deixou claro que se casos como esse voltarem a acontecer, tomará todas as providências contra os criminosos novamente. “Que fique esclarecido para esse e senhor ou qualquer outro racista que ouse destilar ódio nessa ou em qualquer outra (já que presencialmente eles não são tão corajosos assim) que eu não sou uma pessoa leiga, tenho consciência racial e racismo disfarçado de opinião não me engana. […] Tomei as providências legais e agora irei seguir minha vida e a minha arte.”, finalizou.

Joubert já foi localizado pela Decradi e será intimado para depor nos próximos dias. O usuário foi identificado como morador de Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

A página que postou as fotos e recebeu os comentários, também prestou apoio à jovem de 24 anos. Em publicação no Instagram, o “Portal do Samba” escreveu: “Larissa Reis, rainha dos passistas do Salgueiro, foi mais uma vítima de racismo. Esse caso infelizmente aconteceu dentro da nossa página! Reiteramos nosso compromisso na luta pela igualdade e, comunicamos que o agressor foi denunciado e bloqueado de todas as nossas redes sociais. Seguimos firmes e resistindo.”

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.