Conecte-se conosco

Coronavírus

São Gonçalo amplia pontos de vacinação contra Covid-19

Município aplica quarta dose nos trabalhadores da Saúde nesta segunda-feira (27)

Publicado

em

vacinação contra a Covid-19
(Foto: Reprodução)

A partir desta segunda-feira (27), os jovens com mais de 12 anos e adultos ganharão mais um ponto de vacinação contra o coronavírus. O Posto de Saúde Oswaldo Cruz, em Amendoeira, vai passar a aplicar os imunizantes contra a doença, somando 14 locais, de segunda a sexta, das 8h às 17h. A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo vacina os gonçalenses com mais de 40 anos com a quarta dose contra a doença. A segunda dose de reforço ou quarta dose da vacina também está liberada para todos os trabalhadores da saúde. Para a aplicação do reforço, é necessário o intervalo de quatro meses.

O Shopping Partage também vacina os jovens e adultos durante a semana, das 10h às 16h. Para as crianças de 5 a 11 anos, são 66 locais de vacinação. Aos sábados, a Clínica Gonçalense do Mutondo e a Clínica da Família Dr. Zerbini, no Arsenal, vacinam, crianças, jovens e adultos, das 8h às 12h. A Semsa pede para que a população chegue aos pontos de vacinação uma hora antes do término da aplicação da vacina para que o expediente termine no horário previsto.

Para a aplicação da primeira dose, as pessoas com mais de 18 anos precisam levar carteira de vacinação e cartão do SUS ou CPF. Os menores de 18 anos devem apresentar caderneta de vacinação, cartão do SUS ou CPF, identidade e ir acompanhado de uma pessoa responsável com mais de 18 anos.

Já para a segunda dose, é obrigatório apresentar documento de identidade e o comprovante de vacinação da primeira dose. Para as doses de reforço é necessário levar identidade e comprovante das doses anteriores. Para a dose adicional e de reforço dos imunossuprimidos, o comprovante da segunda dose aplicada/dose adicional, identidade e o comprovante/laudo da doença imunossupressora, respectivamente. 

Os pais que não tiverem como levar os filhos menores de 12 anos para a vacinação devem fazer documento por escrito (pai ou mãe) para qualquer pessoa com mais de 18 anos levar a criança até o ponto de vacinação. Neste caso, o genitor que assinar a declaração também deve entregar um documento de identidade com foto para o responsável provar a autenticidade do consentimento. Os pais também devem prestar atenção no intervalo de vacinas. Caso a criança tenha tomado alguma outra vacina, deve-se esperar 15 dias para a vacinação contra o coronavírus.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.