Conecte-se conosco

Política

Cabral é condenado mais uma vez por receber mais de R$ 78 milhões em propina da Odebretch

Com isso, as penas do ex-governador do Rio já somam 425 anos e 20 dias de prisão

Publicado

em

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral foi condenado pela 23ª vez na Lava-Jato. Dessa vez, a condenação é pelo recebimento de R$ 78,9 milhões em propina da Odebrecht para beneficiar a empreiteira nas obras do PAC Favelas, da reforma do Maracanã para a Copa de 2014, da construção do Arco Metropolitano e da implantação da linha 4 do metrô.

A pena de Cabral neste processo foi de 17 anos, 7 meses e 9 dias de prisão pelo crime de corrupção passiva.

Com isso, as penas do ex-governador já somam 425 anos e 20 dias de prisão.

“Negativas são as consequências dos crimes de corrupção pelos quais Sérgio Cabral é condenado, pois, além do prejuízo monetário causado aos cofres do Estado do Rio de Janeiro e da União, porque se tratou de obras envolvendo o Programa de Aceleração de Crescimento do Governo Federal, o condenado frustrou os interesses da sociedade em prol dos interesses econômicos de empresários”, informou o juz federal Marcelo Bretas, responsável pela sentença.

“Sérgio Cabral foi eleito para dois mandatos consecutivos de governador do Estado do Rio de Janeiro, contexto em que protagonizou gravíssimo episódio de traição eleitoral, desprezando a confiança em si depositada por milhões de eleitores”, finalizou o magistrado.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *