Conecte-se conosco

Coronavírus

Entrega voluntária de crianças no Rio aumenta 126% durante a pandemia

Segundo o Ministério Público, crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos representam 68% do total.

Publicado

em

Entrega voluntária de crianças aumenta 126% na pandemia
(Entrega voluntária de crianças aumenta 126% na pandemia/Reportagem Rádio Tupi)
Entrega voluntária de crianças aumenta 126% na pandemia

(Entrega voluntária de crianças aumenta 126% na pandemia/Reportagem Rádio Tupi)

A entrega voluntária de crianças no Rio de Janeiro aumentou 126% em um ano durante a pandemia da covid-19. Os dados são do Ministério Público do Estado. Segundo o levantamento, crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos representam 68% do total.

A informação consta no 27º Censo do Módulo Criança e Adolescente, feito pelo MPRJ, que considerou que o aumento nessas estatísticas estão diretamente relacionadas com a pandemia da Covid-19. O estudo aponta que os responsáveis desses jovens, tiveram a situação de saúde agravada ou precisaram que cuidar de algum parente doente durante a pandemia são alguns dos casos que explicam o aumento do número.

De acordo com a pesquisa, o Rio de Janeiro tem 1.318 crianças e adolescentes acolhidos e, apesar do aumento sensível nos números de casos de entrega voluntária, o principal motivo dos acolhimentos segue sendo negligência, que corresponde a 36,95% dos casos.

Os dados revelam ainda que crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos são a maioria dos acolhidos, representando 68% do total. O perfil racial mostra que 79,51% destes jovens são negros.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.