Conecte-se conosco

Política

Governador se pronuncia sobre acontecimentos na Penha e lembra ataque a helicóptero particular

Castro afirma que os profissionais de segurança pública, neste caso, a PM, estão sendo valorizado

Publicado

em

Imagem do governador Cláudio Castro
Castro afirma que os profissionais de segurança pública, neste caso, a PM, estão sendo valorizado

O governador Cláudio Castro se pronunciou, na tarde desta quarta-feira, através do Twitter, sobre os ocorridos na Vila Cruzeiro, na Penha, Zona Norte da cidade. Ele lembrou que na semana passada um helicóptero particular foi alvo de tiros de fuzis na região. Vídeos na Internet mostram bandidos brincando de tiro ao alvo.

Na sequência de postagens, o governador disse que não vai negligenciar a responsabilidade e assistir, sem reagir, os criminosos se fortalecendo mais e mais. De acordo com o ele, a política de segurança no Rio de Janeiro, infelizmente exige do poder público demonstração de força e autoridade. Confronto numa palavra, coragem na outra. E acrescenta que é preciso investir em inteligência e qualificação das tropas. Isso é inquestionável e o governo vem fazendo.

Castro afirma que os profissionais de segurança pública, neste caso, a PM, estão sendo valorizados, com melhores remunerações e condições de trabalho. De acordo com o governador, as forças policiais recebem o segundo melhor salário do país. Outro dia era o 20º salário. Além disso, foi entregue recentemente o maior Centro de Treinamento das Américas, sendo adquiridas mais de 21 mil câmeras corporais para que as ações sejam pautadas pela integridade e transparência.

O governador lembra que a polícia Judiciária do Rio de Janeiro inaugurou a maior central de Inteligência do país e os IMLs estão sendo recuperados. Cláudio Castro afirma ainda que isso tudo tem dado resultados. O estado atingiu os menores índices de roubo de rua em 17 anos, os roubos de carga e de veículos também estão em queda. Os homicídios dolosos vêm diminuindo, atingindo os menores patamares desde 1991.

Ele finaliza as postagens dizendo que apostar contra a polícia é fazer o jogo da bandidagem. E quem perde com isso é o morador do Rio de Janeiro e sua família, que ganham a vida por meio do trabalho honesto.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.